DESTRUIÇÃO

Temporal atinge cidades da região

Por Tatiane Bertolino em 01/11/2019 - 11:29

A chuva foi intensa em toda a região na tarde desta quinta-feira. Principalmente na cidade de Toledo, Oeste do Paraná. Segundo Instituto Meteorológico Simepar, foram 52.2 milímetros de chuva, com ventos fortes. Houve registro de alagamentos no comércio, em casas e até mesmo na rodovia. Vídeos feitos por moradores mostraram os veículos que estavam na rodovia trafegando lentamente, por conta do alto volume de água. O comandante do Corpo de Bombeiros de Toledo capitão Luiz Eduardo Zarpelon explica as ocorrências atendidas por conta do temporal.

O trabalho continua nesta manhã de sexta-feira. órgãos públicos que ficaram alagados na quinta por conta do temporal, segundo a prefeitura, nesta sexta-feira atendem normalmente. E o Corpo de Bombeiros, em parceria com a Defesa Civil, permanece com trabalho de rescaldo e de estatísticas do temporal. Apesar do alagamento nas rodovias não houve acidente. Mais de 18 mil unidades consumidores ficaram sem energia durante o temporal e, nas primeiras horas desta manhã, restavam pouco mais de 500.

A chuva também foi forte em outras cidades da região. Em Santa Helena, houve destruição. Árvores derrubadas, telhados arrancados. A rede elétrica e o abastecimento de água também ficaram afetados. Foram pelo menos 12 destelhamentos e a rodovia que vai de Santa Helena a São Clemente ficou obstruída por 11 árvores que caíram durante o temporal.

Em Cascavel também choveu, segundo simepar, 9,4 milímetros. Mas sem grandes estragos registrados. Apenas uma árvore caiu devido à chuva. Já em Foz, foram 14 milímetros de água. Mais de 60 famílias receberam lonas. O telhado da prefeitura ficou destruído e mais de 50 quedas de árvores registradas.

NOTA ATUALIZADA DA COPEL

10h40 - Cerca de 188,5 mil unidades consumidoras ficaram sem energia alternadamente nas regiões Oeste e Sudoeste desde o início do temporal que atingiu o Paraná na tarde de ontem. Os municípios que mais sofreram estragos foram Foz do Iguaçu, Toledo e Marechal Cândido Rondon. As fortes rajadas de vento, acompanhadas de chuva e descargas atmosféricas provocaram vários danos à rede elétrica da Copel, com muitas ocorrências de postes quebrados, cabos rompidos e curtos circuitos provocados por objetos lançados contra a mesma. As equipes da Copel estão trabalhando em regime de emergência para recompor os estragos e restabelecer o fornecimento de energia o mais rapidamente possível, restando neste momento quase 10 mil unidades consumidoras sem energia nessas regiões. Agora, Foz do Iguaçu tem 2.265 unidades consumidoras sem energia, Marechal Cândido Rondon, 1.456, e Toledo, 812.

Player Ouça a reportagem

Notícias da mesma editoria