GREVE

Professores da rede estadual cruzam os braços contra a Reforma da Previdência

Por Tatiane Bertolino em 02/12/2019 - 11:52

Professores da rede estadual de ensino estão em greve a partir desta segunda-feira, em todo o Estado. A paralisação foi definida durante assembleia da categoria. Os educadores alegam serem contra a reforma da previdência, proposta pelo governo do Estado e que já chegou à Assembleia Legislativa. Segundo o presidente da App Sindicato Núcleo de Cascavel, Daniel Nascimento matoso, a proposta retira dos servidores direitos já conquistados.

Em Cascavel, os colégios estaduais amanheceram vazios e a maioria dos professores não foi para o trabalho. Segundo o sindicato, mais de 80% dos educadores estão em greve. Nesta terça-feira, será a vez dos servidores da Unioeste cruzarem os braços por tempo indeterminado. Uma manifestação está marcada para ocorrer em Curitiba contra a medida.

Por volta das 11h, a secretaria de estado da educação vai divulgar um balanço de escolas fechadas e alunos afetados com a greve. Em nota, o Governo do Estado ressalta que A nova previdência do servidor público do Paraná segue rigorosamente a legislação aprovada no Congresso Nacional, após ampla discussão com os mais diversos setores da sociedade.

No Paraná, a medida contribui para estancar o crescimento do deficit já existente para o pagamento de aposentadorias e pensões. Neste ano, a insuficiência financeira do sistema será de R$ 6,3 bilhões. O valor é superior ao orçamento do Estado para a área de saúde.

Ao mesmo tempo, a proposta do Governo do Estado capitaliza e fortalece o Fundo de Previdência.

Player Ouça a reportagem

Notícias da mesma editoria